Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dicas da Oksi

Receitas saudáveis&vegetarianas, dicas de beleza naturais, curiosidades alimentares e outras utilidades naturais.

Tudo sobre Kombucha

14 (2).jpg

 

Sempre gostei de produtos fermentados, e desde há cerca de meio ano, que a Kombucha passou a ser o alimento (neste caso, a bebida) que passei mais a consumir. A Kombucha, na sua versão final, constitui uma bebida fresca, com sabor leve a chá e gaseificada. Pode também ter sabores, consoante o que lhe adicionarem durante a fermentação. Mas afinal, o que é Kombucha?

 

Kombucha é basicamente chá fermentado, preto ou verde. Assim, é uma bebida probiótica, que contém bactérias benéficas para a nossa flora intestinal. O chá é fermentado através da bactéria da Kombucha - uma espécie de um disco viscoso, conhecido por "bolacha" ou SCOBY (symbiotic volony of bacteria and yeast). Esta "bolacha" é então a colónia de bactérias necessárias para produzir kombucha.

 

Mas não basta o chá e a bolacha para produzir kombucha, pois ela precisa de alimento constante. É o açúcar que vai alimentar a bolacha e que vai permitir que com ela produza bactérias e microrganismos benéficos para nós.

 

Mas o açúcar não é prejudicial e não deve ser consumido? Sim, é, mas neste caso o açúcar é para a bolacha, sendo que no final de fermentação é consumido na totalidade por ela. Como kombucha é uma bebida fermentada, geralmente fica com uma pequena quantidade de álcool no final da fermentação. No entanto, a percentagem do álcool não é significativa e não há razões para construir um entrave ao consumo desta bebida.

 

Mas onde arranjar a tal bolacha? Podem arranjar a bolacha através de doadores, procurando-os nos grupos de facebook (como este e este), por exemplo. Também existe à venda Kombucha pronta a consumir em lojas de produtos naturais. Se esta apresentar um disco a flutuar no frasco, podem aproveitar esta bolacha para fazer a vossa própria bebida. Se não cosneguirem arranjar, falem comigo, costumo ter bolachas a mais!

 

Como, então, fazer a Kombucha?

 

O processo de produzir Kombucha organiza-se em duas fermentações, apesar da segunda ser optativa:

 

1ª Fermentação:

 

Neste primeiro passo vamos escolher um frasco grande vidro, o açúcar (branco ou mascavado) e o chá (preto ou verde). Eu utilizo sempre chá dos Açores, é nacional e sem aditivos e pesticidas. Vamos preparar então quantidade de chá correspondente à capacidade do nosso frasco, com 2/3 colheres de folhas de chá e cerca de 100 gr de açúcar. Deixámos arrefecer completamente e, se seguida, coamos o chá para o frasco e colocamos a bolacha. Fechamos particialmente a tampa ou então tapamos com tecido. Agora é só esperar cerca de duas semanas!

 

Durante esse tempo, vai-se formam uma nova bolacha em cima, que no início vai ser muito fina, mas passado a tempo, vai engrossando. 

 

18 (2).JPG

2ª Fermentação:

 

Quando o Kombucha está pronto, podemos prosseguir para a segunda fermentação, que serve para permitir com que a bebida crie gás, dar-lhe sabor e aumentar a disponibilidade dos nutrientes. Apesar de ser importante, a 2ª fermentação não é obrigatória, sendo que a bebida pode ser consumida logo depois da 1ª fermentação. Não existe um tempo certo para a segunda fermentação, mas esta pode ser feita tanto no frigorífico como fora dele, e o recomendado é de deixar pelo menos 24h antes do consumo.

 

Vamos então coar a Kombucha já pronta para frascos mais pequenos, nos quais podemos colocar pedaços de fruta, gengibre, casca de limão, etc para criar bebida com diferentes sabores. Esse açúcar da fruta vai permitir também com que a bebida crie gás (em vez de fruta podem usar um pouco de açúcar para ajudar a criar gás). Podem até misturar com sumos de fruta ou outras infusões! 

 

As minhas combinações de sabores preferidas são kombucha com sumo de frutos silvestres e kimbucha com gengibre e casca de limão, mas aventurem-se e descuvram os vossos! Depois de pelo menos 24h na segunda fermentação, a bebida está pronta a ser consumida, sendo que podem refrigerar se gostarem de bebidas frescas.

 

13 (2).jpg

Espero que tenham gostado deste post bem diferente, sobre uma bebida milagrosa que ainda é desconhecida para a maioria da população! 

31 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Sobre a autora

Sou a Oksana, apesar de ser mais conhecida por Oksi e sou apaixonada por culinária vegetariana e pela fotografia. Sou estudante de Psicologia Clínica e dedico-me também à realização de workshops de culinária vegetariana.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Facebook

Próximos Workshops:

Códigos de desconto:

Instagram